segunda-feira, julho 24, 2006

ADAPTAÇÃO



















"Eu não caibo mais nas roupas que eu cabia
eu não encho mais a casa de alegria
os anos se passaram enquanto eu dormia
e quem eu queria bem me esquecia
será que eu falei o que ninguém ouvia?
será que eu escutei o que ninguém dizia?
eu não vou me adaptar, me adaptar
eu não tenho mais a cara que eu tinha
no espelho essa cara já não é minha
é que quando eu me toquei achei tão estranho
a minha barba estava deste tamanho
será que eu falei o que ninguém ouvia?
será que eu escutei o que ninguém dizia?
eu não vou me adaptar, me adaptar"

*Arnaldo Antunes (letra)

5 comentários:

Alex Cói disse...

É..muitas vezes as adaptações são árduas e demoram para cicatrizar. Complicado. às vezes mal saimos de uma e já vem outras muitas pra cima..Querendo atenção... Será que eu vou me adaptar dessa vez..!?

Bellajubellaisabella disse...

Queria virar um X-men!
MUTANTES!

Mauricio disse...

Oi,

Adoro essa dos Titãs; belo blog vc tem!

Um abraço

Camila disse...

Oi Juh!

Desculpa o sumiço das páginas verdes! Ainda bem que você ainda está esperando meu e-mail, eu pensei que nem + lembrava dele. Putz adaptação? Eu que o diga, o grite, o tenha, o viva!

Adaptar-se quase leva meus anos embora. Porém é só tomar cuidado pra não se acomodar.

Espere aí!
Qual mutante?

Beijuh!

Alex Senna disse...

E aí!
Gostei do blog! :)

Alex